Com o dobro da capacidade, segundo aeromóvel chega a Porto Alegre para instalação

[:br]Trabalhos começam às 10h e podem durar até as 16h desta segunda-feira

15724113

Depois de sair de Osório ainda durante a madrugada desta segunda-feira, o segundo aeromóvel que vai operar na ligação entre o trensurb e o aeroporto Salgado Filho chegou à Capital por volta das 8h. O novo veículo será içado aos trilhos em uma operação que deve começar ainda pela manhã e durar até as 16h.

Durante esse período, o trensurb vai operar em via única nas estações Aeroporto e Anchieta. O embarque e o desembarque deverão ser feitos na plataforma do sentido Norte-Sul. Os intervalos previstos para esse período do dia são de 10 minutos, porém, deve haver atraso de cerca de dois minutos, segundo a Central de Operações da Trensurb — o que não deve afetar o número de viagens. No restante do sistema, não haverá alterações.

— O veículo é composto de dois módulos, deve subir um e depois outro, com o auxílio de dois guindastes. A operação de colocação da composição no trilho será realizada depois das 10h, quando o trensurb funcionar em “linha singela” — observa o gerente do contrato pela Aeromóvel Brasil, Júlio Detoni.

Trazido por dois caminhões da cidade de Três Rios (RJ), em uma viagem iniciada no dia 9, o modelo A200 tem 25,1 metros de comprimento e capacidade para 300 pessoas — o dobro do A100, que já transporta passageiros, embora siga em fase de teste.

— O novo veículo vai levar cerca de cinco dias para ser preparado. Depois, passará por uma fase de acondicionamento, em que vai transitar sem passageiros para verificar seu funcionamento — explica o gerente de mobilidade urbana da Trensurb, Sidemar Silva.

Como o trajeto tem apenas uma linha de trilhos, os trens nunca operarão simultaneamente. A área de manobra, com espaço para receber os dois veículos lado a lado, fica junto à estação do trensurb. Ali, conforme a demanda, será feita a troca dos carros depois que ambos estiverem aptos a funcionar.

— A tendência é de usarmos o A200 no início da manhã e no final da tarde, períodos em que o aeroporto costuma ter maior movimentação — prevê o presidente da Trensurb, Humberto Kasper.

As viagens experimentais do A100 que coincidirão com o período do içamento serão mantidas. O projeto tem investimento de R$ 37,8 milhões O aeromóvel deverá atender 7 mil usuários por dia.

Fonte: Zero Hora [:]

Compartilhe esta notícia
LinkedIn
Twitter
Facebook
WhatsApp

Utilizamos cookies para melhorar a sua experiência em nosso site. Para mais informações, visite nossa Política de Privacidade.

Abrir bate-papo
1
Olá 👋
Podemos ajudar?