Darcy Pacheco realiza transporte especial de quatro peças, de cerca de 160 toneladas.

[:br]O transporte especial de quatro peças gigantes para a ampliação da Refinaria Alberto Pasqualini (Refap), em Canoas, parou o trânsito na BR-386, entre Montenegro e Canoas, na manhã de sábado. Por volta das 10h30min, o engarrafamento chegou a 3 quilômetros. Segundo a Polícia Rodoviária Federal, o motivo é a manobra necessária no Km 430, próximo ao Veloparque, para vencer o viaduto.

Com 40 minutos de atraso, o comboio de quatro caminhões, carregando mais de 160 toneladas, começou a se deslocar pela ERS-244 em direção à BR-386, em Montenegro, às 8h de sábado.

A previsão é de que o trajeto até a Refap seja vencido até o início da noite. Além da 386, a BR-116, uma das rodovias mais movimentadas do Estado, deverá ter fluxo parcialmente interrompido (sentido Interior-Capital) ao longo de todo o dia.

_ Cada caminhão tem 25 metros de comprimento, 9 metros de largura e, carregados com as peças, chega a atingir 9,2 metros de altura. Cabos telefônicos e de energia devem ser deslocados para a passagem do comboio _ explica Newvani Cirolini Correa, gerente de logística da Darcy Pacheco, empresa responsável pelo transporte dos equipamentos.

A operação, sem precedentes no Estado, se iniciou ainda em julho, quando foram importados da Itália, via porto de Rio Grande, no sul do Estado, três tanques e um vaso. Devido à complexidade do transporte, a operação é realizada com apoio das polícias rodoviárias Federal e Estadual e empresas responsáveis pelo desligamento da rede elétrica, de telefonia e TV a cabo.

[:]

Compartilhe esta notícia
LinkedIn
Twitter
Facebook
WhatsApp

Utilizamos cookies para melhorar a sua experiência em nosso site. Para mais informações, visite nossa Política de Privacidade.

Abrir bate-papo
1
Olá 👋
Podemos ajudar?