Congresso de jovens empresários debate futuro do setor de transporte de cargas

[:br]Jovens empresários do setor de transporte rodoviário de cargas se reuniram ontem, na Confederação Nacional do Transporte – CNT, em Brasília (DF). O II Congresso Técnico Comjovem – Olhar empresarial tem como objetivo estimular a troca de experiências, buscando melhorias para o desenvolvimento do setor.

O empresário Marcelo Patrus, presidente da Patrus Transportes Urgentes foi o primeiro palestrante. Ele compartilhou sua experiência de sucesso ressaltando a importância da união familiar – ele e seus dois irmãos assumiram os negócios do pai e conseguiram ampliar a empresa – e a necessidade de firmar compromisso com a eficiência e oferta de serviços de qualidade.

“É preciso definir bem seu negócio, estratégia, visão da empresa, valorizar as pessoas, a ética, etc. A política dos três “C’s” é fundamental: Cliente, Clima organizacional e Custo”, pontuou Patrus, que preside uma transportadora com 2.200 funcionários e já ganhou por diversas vezes o título de “Melhor Empresa para se Trabalhar”, concedido pelas revistas Época e Você S/A. Ele citou ainda que, para garantir o sucesso profissional, estar bem informado é um quesito básico.

Segundo ele, o investimento em programas de segurança, para conscientizar seus motoristas, gera reflexos diretos. A Patrus, por exemplo, conseguiu reduzir em 55% o número de acidentes.“Os clientes querem a integridade da mercadoria, então buscam empresas que possam transportar seus bens com confiança. Por isso temos que firmar compromisso com a excelência”, garantiu, reclamando do fardo que o setor carrega na economia. “Somos os maiores transportadores de impostos da economia. O governo já reduziu as taxas de todos os outros setores, menos do nosso, e é nisso que temos trabalhado”.

Regulamentação da profissão de motorista

Logo em seguida, o diretor-geral da Autofax Tecnologia para decisão de Negócios, Laércio Soares, falou sobre a tecnologia aliada ao cumprimento da nova legislação do transporte de cargas. Ele tirou dúvidas sobre certificação digital, pagamento eletrônico e outras soluções para o setor.

A competição do Melhor Motorista de Caminhão do Brasil, promovida pela Scania e patrocinada pelo Sest Senat, também teve destaque. Foi detalhado o funcionamento do concurso com o intuito de estimular a participação de mais motoristas. A expectativa é receber 28 mil inscrições de todo o Brasil nesta edição.

No encerramento, o presidente da NTC&Logística e presidente da seção de cargas da CNT, Flávio Benatti, elogiou o compromisso firmado pelos jovens empresários nos últimos quatro anos com as reuniões do ComJovem, o que certamente, segundo ele, garantirá “empresas competentes, capacitadas e comprometidas com a sociedade brasileira e com o transporte”.

Benatti detalhou a luta para conseguir a aprovação da lei nº 12.619, que regulamenta a profissão de motorista e começa a valer na próxima semana. “Foi fruto de uma ampla discussão com a sociedade, com o setor, com os trabalhadores e o Ministério Público. Agora as empresas têm que sair da zona de conforto, se adaptar a essa realidade para atender às exigências da lei, que traz a profissionalização para o setor de transporte rodoviário de carga”, ressaltou.

Para ele, com a nova norma, as empresas poderão se planejar melhor financeiramente. “Não dava mais pra ter um setor tão amador como tínhamos anteriormente. A falta de regulamentação impossibilitava o cálculo dos custos reais da empresa, devido a multas e ações trabalhistas que existiam”.

Também participaram do evento o presidente da Fenatac e vice-presidente da NTC&Logística, José Hélio Fernandes, além dos representantes da ComJovem Baldomero Taques Neto, Roberto Mira Junior, André Ferreira, Tayguara Helou e Roberta Stelzer Fiorot, entre outros.

Fonte: Agência CNT de Notícias[:]

Compartilhe esta notícia
LinkedIn
Twitter
Facebook
WhatsApp

Utilizamos cookies para melhorar a sua experiência em nosso site. Para mais informações, visite nossa Política de Privacidade.

Abrir bate-papo
1
Olá 👋
Podemos ajudar?